PROMOTORES E PARCEIROS

1. O Departamento  para  a  Inovação  em  Sistemas  Biológicos  Agro-Alimentares  e Florestais (DIBAF) da Universidade de Tuscia realiza atividades de pesquisa em diversos campos da floresta e da agricultura, desde ecologia, ecofisiologia e silvicultura para florestas sustentáveis e para gestão de culturas agrícolas, inventário florestal e geomático, reabilitação de área degradadas, técnicas de prevensão e combate aos incêndios e planeamento paisagístico. 

2. A Agência Portuguesa do  Ambiente (APA)   é responsável pela elaboração e implementação de politícas ambientais e de desenvolvimento sustentável, incluindo alterações climáticas, poluição atmosférica e proteção da camada do ozono, poluição sonora, gestão da água, impactos ambientais, gestão de resíduos, prevenção e controlo integrado da poluição, rotulagem ambiental, contratos públicos ecológicos. É também responsável pela educação ambiental, informação ao público e apoio às organizações não governamentais. Adicionalmente é responsável pela gestão de três fundos, incluindo o Fundo Português do Carbono. 

 

​3. O Instituto Superior Técnico (IST) da Universidade de Lisboa desenvolveu uma forte experiência em serviços ambientais, providenciados por atividades agrícolas, através da coordenação dos projetos Portugal Millennium Ecosystem Assessment e ExtEnSity - Environmental and Sustainability Management Systems in Extensive Agriculture (um dos 22 melhores projetos do LIFE em 2008). 

 

4. Institutos/especialistas Mediterrâneos a colaborar no projeto:​